Buscar
  • SINTUFF

Assembleia aprova ato da campanha salarial no dia 16




A Assembleia Geral do SINTUFF (3/3) aprovou aderir à paralisação nacional do serviço público e realizar um ato na reitoria no dia 16. Além da mobilização por reajuste salarial, o pauta do ato incluirá a luta pela carga horária presencial reduzida, em defesa do reposicionamento dos aposentados, contra a exigência de ponto eletrônico e por concurso público para o HUAP. A Assembleia também elegeu representantes para a plenária da FASUBRA dos dias 4 e 5 de março. Foi aprovado que a próxima Assembleia (30/3) será presencial.

Confira as resoluções aprovadas acerca dos pontos de pauta da Assembleia:


Campanha Salarial

- Realizar paralisação (16/3), com ato na Reitoria pela manhã (9h), incorporando junto à campanha salarial, as pautas internas em defesa do reposicionamento dos aposentados, por concurso público no HUAP e não cobrança de ponto eletrônico na pandemia.

- Definir que a posição do SINTUFF é favorável à greve unificada dos SPFs.

- Realizar Assembleia Presencial (30/3) com a pauta da Campanha Salarial e da greve.


Retorno presencial

Apoiar e divulgar a proposta de resolução ao CUV que propõe a carga horária máxima de 5 horas presenciais diárias ou 25 horas presenciais semanais durante o próximo semestre letivo, em decorrência da pandemia.

- Incorporar a pauta da redução da carga horária presencial para o ato da campanha salarial no dia 16, na Reitoria.

- Que o SINTUFF faça uma campanha massiva de denúncias sobre condições de trabalho em todos os veículos de comunicação do sindicato e crie um canal para receber essas denúncias.


Eleições para reitor

- Repudiar a decisão do CUV, impulsionada pela base do reitor que é maioria no espaço, de delegar a uma entidade externa vinculada ao reitor Antonio Claudio o controle absoluto do processo de eleições para a reitoria, assim como contestar a tentativa de acelerar o processo eleitoral de forma a reduzir o tempo de campanha e a ampla participação da comunidade universitária. Emitir nota pública repudiando essa decisão.

- Incluir o ponto eleições para reitor na Assembleia Presencial do dia 30/3.

- Encaminhar que a direção do SINTUFF elabore uma carta programática do SINTUFF direcionada à eleição para reitor com as pautas da categoria para ser aprovada na próxima Assembleia. Que a principal pauta da carta seja as 30 horas.

- Que o SINTUFF realize reuniões setoriais para debater o processo eleitoral para reitor.

- Cobrar em relação à data das eleições (90 dias após a escolha da instituição que conduzirá o processo de consulta). Sugestão: início e final de junho (1° e 2° turno, respectivamente).

- Cobrar o respeito à paridade no processo de consulta eleitoral.


Posts recentes

Ver tudo