top of page
Buscar
  • Foto do escritorSINTUFF

5º Congresso da CSP-Conlutas: sindicalismo com independência de classe

Atualizado: 15 de ago. de 2023

Marcado para o mês de setembro, 5º Congresso da CSP-Conlutas promete fortalecer caráter classista e independente na luta da classe trabalhadora


O 5º Congresso da CSP-Conlutas acontecerá nos dias 7, 8, 9 e 10 de setembro deste ano, no Clube de Campo Associação Atlética Guapira, situado à Rua Dr. José Camargo Aranha, 376 – Jardim Guapira – São Paulo/SP. Com aprovação pela reunião da Coordenação Nacional da Central, realizada de 23 a 25 de novembro do ano passado, a organização da atividade já está em andamento, com assembleias elegendo delegações em todo o país. O SINTUFF é filiado à CSP-Conlutas desde março de 2019 e participará do Congresso da Central.

O evento, instância máxima da CSP-Conlutas, se realizará em um momento de particular importância da luta das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros, quando é necessário reafirmar a relevância do classismo, da independência de governos e patrões, a democracia e o internacionalismo.


Assembleia do SINTUFF elege delegação

Em Assembleia presencial, realizada no dia 8/8, que reuniu mais de 70 servidoras e servidores, o SINTUFF elegeu 11 delegadas e delegados ao 5º Congresso da CSP-Conlutas. Após um debate com diversas falas sobre conjuntura e organização sindical, apenas uma única chapa se inscreveu (Ocupar as ruas), tendo a mesma eleito desta forma toda a delegação ao congresso.


Diversidade e luta de classes

O momento, por meio de debates, visa privilegiar o fortalecimento da organização de base das categorias ligadas à CSP-Conlutas e efetivar a integração entre categorias e movimentos, além de aprovar políticas específicas para a atuação da Central.

Metalúrgicos, siderúrgicos, trabalhadores dos Correios, operários da construção civil, trabalhadores e trabalhadoras da saúde e educação públicas, petroleiros, químicos, bancários, funcionalismo das três esferas, trabalhadores rurais, os que lutam por reforma agrária e moradia, contra as opressões, povos indígenas, desempregados, aposentados e aposentadas e juventude. Diversas são as temáticas e categorias representadas.

Na pauta estatutária compõem os debates do congresso a conjuntura nacional e internacional; o balanço político e plano de ação; o processo de reorganização e o caráter sindical, popular e classista; a alteração do Estatuto Social e a eleição dos membros da Secretaria Executiva Nacional e do Conselho Fiscal, neste caso, da Gestão 2023/2025

Participarão delegadas e delegados eleitas (os) por entidades sindicais, movimentos populares urbanos e rurais, organizações de trabalhadoras e trabalhadores desempregados e de aposentados e aposentadas, movimentos de luta contra as opressões e juventude.


Fonte: CSP-Conlutas


コメント


bottom of page