• SINTUFF

Procurador admite que UFF não está impedida de encaminhar insalubridade

Atualizado: Ago 4


Em junho, o reitor Antonio Claudio da Nóbrega afirmou ao Conselho Universitário (CUV) que havia decisão judicial impedindo que a UFF avançasse no tema da insalubridade no HUAP durante a pandemia, resultado de uma suposta ação do sindicato. Além do SINTUFF desmentir o reitor publicamente, o próprio procurador Jonas Ribeiro, durante reunião da reitoria com o sindicato, admitiu que a universidade não está impedida de encaminhar administrativamente essa pauta. Ao ser questionado pela advogada do SINTUFF, Dalila Pinheiro, o procurador respondeu:


“Na realidade, a procuradoria não orientou a suspensão, paralisação, de forma nenhuma, de processo nenhum. Todos os processos continuam tramitando conforme devem tramitar”. Confira no vídeo.



A resposta do procurador apenas comprova que não há ação e muito menos decisão judicial sobre o tema. Se existisse decisão judicial, como afirmou o reitor, a procuradoria teria que orientar a reitoria a executá-la. Não o fez porque não existe essa decisão. E não existe decisão porque sequer existe uma ação judicial do SINTUFF com esse objeto.

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

secretaria@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube