top of page
Buscar
  • Foto do escritorSINTUFF

Em votação dividida, CUV aprova Regimento da Comissão de Ética que exclui estudantes

O Conselho Universitário (CUV) aprovou o Regimento Interno da Comissão de Ética da UFF, por 46 votos favoráveis a 28 contrários. Considerando demanda do movimento estudantil, parte dos conselheiros reivindicou a presença de estudantes na Comissão, tendo em vista que o Código de Ética apresentado pela reitoria abrange também condutas individuais do segmento discente. O relator Cresus Vinicius Depes de Gouvêa, pela Câmara de Legislação e Normas (CLN), argumentou que não há possibilidade legal de incluir representação estudantil na Comissão, posição reforçada pelo vice-reitor Fabio Passos e pela base de apoio da atual gestão dentro do CUV.


Conselheiros ligados às entidades representativas (ADUFF, DCE e SINTUFF) defenderam a autonomia universitária e que, a exemplo de outras situações como a paridade em consultas eleitorais para reitor, era viável buscar mecanismos dentro da legalidade que possibilitassem a inclusão de estudantes na Comissão de Ética. Alegando a necessidade de cumprir prazos, o vice-reitor não acatou o pedido de adiamento da votação e encaminhou para votação o Regimento Interno da Comissão de Ética.


A votação foi bastante dividida, com a ampla maioria de representantes discentes e técnico-administrativos se posicionando contra a proposta da CLN. Se a composição do CUV fosse paritária, dificilmente a proposta teria sido aprovada. Tendo em vista a virtualidade do Conselho Universitário, realizado de forma online, vários conselheiros manifestaram voto favorável à proposta após a finalização da lista de chamada, denotando uma movimentação repentina de entrada na sala apenas para registrar voto. Esse expediente não teria a mesma viabilidade se o CUV fosse realizado presencialmente. Apesar dessa movimentação, a votação terminou bastante dividida, com um número muito expressivo de conselheiros votando contrariamente à proposta de Regimento aprovada.



bottom of page