• SINTUFF

SINTUFF ocupa as ruas nos atos do Dia Internacional da Mulher

Atualizado: Mar 12


Foto: Zulmair Rocha

As mulheres são protagonistas nas lutas em todo o mundo, contra a exploração do capital, os ataques às aposentadorias, os feminicídios e a cultura do estupro, por salários iguais, creches e pela legalização do direito de decidir sobre o aborto. Esse foi o perfil das mobilizações e greves na França, na Argentina, no Chile, na Arábia Saudita, nos EUA e em muitos outros países.

No Brasil, as manifestações ocorreram em mais de 70 cidades nos dias 8 e 9 de março. As mulheres ocuparam as ruas em protesto contra o governo Bolsonaro e sua ministra da Família Damaris Alves, que aplicam uma política misógina e machista com declarações retrógradas e cortes nas verbas em todas as áreas sociais. Os protestos denunciaram os efeitos da Reforma da Previdência, o crescimento dos números da violência contra a mulher, estupros e feminicídios, reflexos diretos da política agressiva do governo Bolsonaro contra os direitos femininos. Também marcou os atos a luta por justiça para Marielle, para que seja elucidado quem são os mandantes e quais motivos desse crime. As manifestações também representaram um contraponto aos atos pró-Bolsonaro marcados para o dia 15, que defendem a instauração de um regime autoritário e ditatorial no país, com plenos poderes para o presidente.

Os atos das mulheres em São Paulo (8/3) e no Rio de Janeiro (9/3) reuniram mais de 10 mil pessoas. O SINTUFF permanece participativo e atuante na organização das mulheres contra a retirada de direitos. O sindicato promoveu uma caminhada no dia 8 de março na Praia de Icaraí, em Niterói. As companheiras do SINTUFF realizaram uma caminhada partindo da Reitoria da UFF. Conversaram com as pessoas sobre a importância da luta das mulheres contra os ataques do governo aos seus direitos, a violência e os feminicídios. As Mulheres do SINTUFF participaram também da atividade unitária que correu no Campo de São Bento.


Foto: Zulmair Rocha

Próximo passo é tomar as ruas no dia 18/3

No dia 9, o SINTUFF esteve com uma forte presença no ato de rua das mulheres do Rio de Janeiro, se incorporando à coluna da CSP-Conlutas, central sindical a qual o sindicato é filiado. Como tem sido de praxe nos últimos anos, as mobilizações de mulheres tem sido pontapé inicial das diversas jornadas de mobilização da classe trabalhadora e da juventude no país. O próximo passo é tomar as ruas no dia 18 contra a reforma administrativa e a PEC Emergencial (que permite ao governo reduzir salários dos servidores), assim como em defesa dos serviços públicos, empregos, direitos e por democracia, tendo em vista que as mulheres e a população negra são as mais afetadas pelas medidas do governo.

"Nunca se esqueça de que basta uma crise política, econômica ou religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados. Esses direitos não são permanentes. Você terá de manter-se vigilante durante toda a sua vida”. (Simone de Beauvoir)

9 visualizações

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube