• SINTUFF

TCU garante 30 horas a todos no IFSul. Se lá tem, na UFF também pode ter


Caiu por terra a última alegação do reitor para não emitir portaria garantindo 30 horas a todos os servidores da UFF. O Tribunal de Contas da União (TCU), por unanimidade, emitiu decisão favorável à aplicação das 30 horas para todos os servidores no Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), rejeitando ação do Ministério Público. A alegação da reitoria, que a jornada de 30 horas não poder ser aplicada indistintamente a todos devido a uma suposta pressão do TCU, não passa de uma balela.

No IFSul, a situação é idêntica a da UFF

Os argumentos do Ministério Público contra as 30 horas no IFSul são exatamente os mesmos apresentados atualmente pela reitoria da UFF. Eles dizem que a jornada de 30 horas não pode ser “aplicada indistintamente a todos os servidores”. O TCU REJEITOU ESSA ARGUMENTAÇÃO.

O reitor Antonio Claudio e seu vice Fabio Passos foram eleitos prometendo que seriam “radicalmente defensores de toda decisão da comissão das 30 horas”. Para justificar o estelionato eleitoral, Antonio Claudio tenta se desresponsabilizar de sua decisão política, usando os órgãos de controle como cortina de fumaça.

A decisão sobre as 30 horas no IFSul cabe perfeitamente na UFF. O IFSul, assim como a UFF, é uma instituição federal de ensino que possui mais de uma dezena de campi, em diversas cidades diferentes. Assim como a UFF, o IFSul atende o público por mais de doze horas ininterruptas. Na UFF sequer existe ação do Ministério Público contra as 30 horas, o que torna ainda mais confortável uma decisão do reitor para garantir esse direito a todos.

Reitor do IFSul defendeu radicalmente as 30 horas, o da UFF optou pelo estelionato eleitoral

A manutenção das 30 horas a todos no IFSul só foi possível porque a reitoria desta instituição defendeu radicalmente as 30 horas, inclusive judicialmente. Já o reitor da UFF ficou apenas na promessa eleitoral. Seu antecessor dissolveu a comissão paritária que regulamentaria as 30 horas antes mesmo de apresentar defesa ao TCU. A reitoria chegou a inventar que derrubou as 30 horas a todos para evitar um suposto bloqueio das contas da UFF pelo Tribunal, uma completa chantagem sem pé nem cabeça.

A decisão do TCU sobre o IFSul, ao garantir 30 horas a todos, derruba mais uma falácia da reitoria e deixa evidente que a decisão do reitor é política e não jurídica. Exigimos que o reitor cumpra o que prometeu durante a campanha e defenda RADICALMENTE as 30 horas para todos.

#30horas #TCU #reitor #IFSul

326 visualizações

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube