Buscar
  • SINTUFF

Vá votar, escolha o próximo reitor!

A eleição para a reitoria é paritária.


O primeiro turno da eleição para reitor da UFF ocorre nos dias 21, 22 e 23 de junho. A eleição para reitor é paritária e o peso de cada segmento varia conforme o comparecimento. Ou seja, quanto mais técnico-adminis-trativos comparecerem à votação, maior será o peso eleitoral da categoria na votação final.

A última eleição para reitor, em 2018, mostrou que todo voto é decisivo e pode definir os rumos de como serão tratados os direitos e conquistas dos servidores no próximo período. Apesar do atual reitor não ter vencido as últimas eleições junto aos técnico-administrativos, sua promessa de manter as 30 horas foi decisiva para que angariasse 986 votos e evitasse a derrota nas urnas. Após eleito, como todos sabem, o atual reitor descumpriu de imediato sua palavra e iniciou uma enxurrada de ataques aos direitos da categoria e constantes práticas antissindicais. Nem mesmo os aposentados e pensionistas foram poupados do empenho da reitoria em reduzir as conquistas dos técnico-administrativos.

Incentivamos que toda a categoria compareça às urnas, incluindo quem estiver de férias, licenciado, de teletrabalho ou qualquer modalidade que afaste o servidor do local de trabalho e, portanto, do local de votação. Não deixe de votar e fazer prevalecer o peso do segmento técnico-administrativo no resultado final. A capacidade do segmento técnico-administrativo em interferir decisivamente no processo eleitoral com um grande comparecimento servirá de alerta para qualquer das candidaturas que for eleita.


A posição do SINTUFF diante das eleições

Os espaços deliberativos da categoria têm demonstrado que, diante dos ataques que sofremos da atual reitoria nos últimos quatro anos, não há condições do SINTUFF se manter como mero expectador da eleição. Dessa forma, o sindicato construiu uma carta programática apresentando esses diversos aspectos e a pauta da categoria, aprovada em Assembleia, que inclui nos considerandos o balanço das práticas de gestão da atual reitoria.

O tema da eleição para reitor vem sendo recorrente nas Assembleias do sindicato. A entidade procura se posicionar para impedir que novos estelionatos eleitorais aconteçam, como o de quatro anos atrás, quando a chapa eleita utilizou de forma oportunista a pauta das 30 horas como mote de campanha, para no momento seguinte à eleição retirá-la.

Nesse sentido, a última Assembleia do sindicato (30/5) deliberou por intensificar a campanha pelo comparecimento da categoria às urnas nas eleições para reitor, com destaque para esse tema no Jornal SINTUFF, disparos de Whatsapp e impulsionamento pago nas redes sociais. Nesse mesmo contexto foi aprovado, nas publicações do sindicato, reforçar o caráter eleitoreiro da publicação da norma sobre Programa de Gestão e Teletrabalho da reitoria, destacando as diversas contradições sobre o tema e o risco de um novo estelionato eleitoral.