Buscar
  • SINTUFF

Relatório Financeiro da Coordenação do SINTUFF (2020)

Atualizado: 28 de abr.

Clique aqui e acesse os balancetes e fechamentos de mês do SINTUFF (2009-2022).


Clique aqui e acesse esse mesmo relatório detalhado do ano 2020 em formato pdf.


Sobre as movimentações financeiras realizadas nos três primeiros meses antes da pandemia, ou seja, de janeiro a março de 2020, observamos as seguintes ocorrências:


De janeiro a março de 2020 antes da pandemia obtivemos uma receita de R$ 1.230.037,43. Que representou uma média mensal de R$ 410.012.48. Se retirarmos a receita com a taxa administrativa da Unimed essa média ficou em R$ 350.344.95.


As despesas totalizaram R$ 1.074.102,46, com a média mensal de R$ 358.034,16.


Nos 3 meses (janeiro a março) antes da pandemia houve um superávit R$ 155.934,97.


Em relação ao total da receita, as despesas tiveram o seguinte percentual:

1 – As despesa fixa com Pessoal e Encargos representaram 49,86%;

2 – As despesas fixas administrativas representaram 23,95%;

3 – As despesas fixas com Pessoal, encargos e administrativas foram 73,99%

4 – As despesas variáveis representaram 17,40%

5 – O total das despesas consumiram 87,33% das receitas nos 3 meses.


Na analise das movimentações financeiras realizadas nos meses seguintes da Pandemia, ou seja, de abril a dezembro de 2020, observamos as seguintes ocorrências:


*As despesas executadas (item 3.26) com Festa de Final de Ano (R$ 199.600,00), incluem a despesa excedente de 42.500,00, executada em abril de 2020, mas correspondente a dezembro de 2019.


De abril a dezembro de 2020, durante a pandemia, a receita total foi de R$ 3.672.433,66, como uma média mensal de R$ 408.048,19. Se retirarmos a receita com a taxa administrativa da Unimed essa média ficou em R$ 343.643,84.


As despesas totalizaram R$ 3.096.237,24, com a média mensal de R$ 344.026,42.


Nos 9 meses durante a pandemia, o SINTUFF teve um superávit de R$ 576.196,42


Em relação ao total da receita, as despesas tiveram o seguinte percentual:

1 – As despesa fixa com Pessoal e Encargos representaram 47,09%;

2 – As despesas fixas administrativas representaram 23,95%;

3 – As despesas fixas com Pessoal, encargos e administrativas foram 73,99%

4 – As despesas variáveis representaram 17,40%

5 – O total das despesas consumiram 87,33% das receitas nos 3 meses.


Em relação aos 3 primeiros meses do ano antes da pandemia:

1 – A receita total no período da pandemia diminuiu 0,48%.

2 – A receita com Mensalidade caiu 1,95% => R$ 6.722,56 (média mensal);

3 – A receita com taxa da Unimed cresceu 7,29% => R$ 4.693,00 (média mensal);

4 – A receita financeira caiu 14,74% => R$ 602,36 (média mensal)


*EM 31/12/2020 TEMOS EM APLICAÇÕES => R$ 2.166.255,19


O IMOBILIZADO, REFERENTE AO VALOR CONTÁBIL DOS BENS MÓVEIS E IMÓVEIS TOTALIZOU => R$ 1.978.824,71


NOTAS SOBRE O BALANÇO DO EXERCÍCIO 2020:


a) Em 2020 a receita total foi de R$ 4.902.471,09, como uma média mensal de R$ 408.539,26. Se retirarmos a receita com a taxa administrativa da Unimed essa média ficou em R$ 345.351,68.


b) As despesas totalizaram R$ 4.170.339,70, com a média mensal de R$ 347.528.31.


c) O saldo em 2020 teve um superávit de R$ 732.131,39 que representa 14,94%


d Aplicamos nos fundos R$ 747.110,05, com rendimento total de R$ 43.639,71.


Em relação ao total da receita, as despesas tiveram o seguinte percentual:

1 – As despesa fixa com Pessoal e Encargos representaram 47,79%;

2 – As despesas fixas administrativas representaram 24,49%;

3 – As despesas fixas com Pessoal, encargos e administrativas foram 72,27%

4 – As despesas variáveis representaram 13,28%

5 – O total das despesas consumiram 85,07% das receitas nos 3 meses.


Posts recentes

Ver tudo