top of page
Buscar
  • Foto do escritorSINTUFF

Comunicação do SINTUFF na greve, empenho para informar a categoria com credibilidade

Atualizado: 29 de abr.

Desde a Assembleia que aprovou a deflagração da greve, o setor de comunicação do SINTUFF tem oferecido máximo empenho em informar a categoria e amplificar a visibilidade da greve, tanto no âmbito da UFF, quanto junto à população.


Desde o dia 6 de abril, quando o Conselho Universitário (CUV) da UFF aprovou moção de apoio à greve, foram mais de 50 notícias no site do sindicato acerca do movimento paredista, numa cobertura jornalística diária. O SINTUFF tem sido muito ativo nas redes sociais com mais de 100 publicações no mural e stories do Instagram sobre a greve, com cards das atividades, fotos de assembleias, reuniões e mobilizações, agendas de atividades, vídeos, entre outras postagens. Igualmente foram mais de 100 postagens no Facebook. Em 2024, reativamos a participação do sindicato na rede X (antigo Twitter), incluindo postagens regulares sobre o movimento grevista.


Os materiais de visibilidade do SINTUFF, tais como faixas e bandeiras, têm aparecido com frequência nas coberturas televisivas e demais veículos de mídia acerca da greve. Foram produzidos todo tipo de materiais desta natureza, com uma identidade visual própria, tais como dezenas de faixas, centenas de camisas, milhares de adesivos e cartazes.


As atividades de greve têm contado com uma ostensiva e regular cobertura fotográfica. Tivemos por iniciativa do sindicato uma grande publicação no Jornal SINTUFF e no site com a retrospectiva de 100 dias de greve, contendo dezenas de imagens. A divulgação prévia das atividades também é feita de forma bastante ampla via redes sociais e aplicativos de mensagens. As Assembleias de Greve contam com ampla divulgação, tendo como exemplo maior uma assembleia convocada emergencialmente, no final do dia de uma sexta-feira (12), reunir uma centena de servidores numa segunda-feira à tarde (15).


Os Jornais SINTUFF mensais são disparados em mala direta para mais de 2000 e-mails e para mais de 2000 números de telefone via whatsapp, assim como disponibilizados no site, Instagram, Facebook e X. Já foram produzidas duas edições do Jornal SINTUFF durante os meses que se decorre a greve.


No transcorrer do movimento grevista, o Instagram do SINTUFF mais que dobrou sua quantidade de seguidores. O grupo de avisos no Whatsapp recebeu dezenas de novos integrantes, chegando a 1000 participantes. Informações que demandam uma divulgação massiva também são disparadas individualmente para até mais de 2000 servidores pelo Whatsapp, inclusive de forma segmentada quando se faz necessário.



Durante a greve, foram produzidos boletins semanais. Do mesmo modo, foram elaboradas e amplamente difundidas, via internet e impressos, cartas abertas sobre a greve aos estudantes, aos usuários do HUAP, aos trabalhadores concursados da EBSERH e aos servidores em estágio probatório. Foram entregues milhares de panfletos e houve milhares de acessos a esses textos através do site. Concomitantemente foi construída uma cartilha de orientações aos servidores acerca do exercício do direito de greve.



Entre a Assembleia que deflagrou a greve e a Mesa de Negociação do dia 18 foram mais de 30.000 visualizações do site, sendo mais de 13 mil visitantes únicos (considerando que a categoria, entre ativos e aposentados, é formada por cerca de 7 mil servidores).


Foram garantidas as filmagem das assembleias com transmissão ao vivo todas as vezes que houve disponibilidade técnica. Quando havia indisponibilidade de rede, as gravações das Assembleias foram fornecidas posteriormente através do canal do SINTUFF no Youtube.


Durante a greve, o SINTUFF estabeleceu diversas parcerias em publicações e troca de informações com ADUFF, DCE-UFF, SINTUFRJ e outras entidades, assim como foram compartilhadas informações de entidades nacionais, tais como FASUBRA, CSP-Conlutas, às quais o SINTUFF é filiado, ANDES-SN e SINASEFE, entre outras. Este tem sido um amplo trabalho de cobertura, parceria e clipagem. Um trabalho feito com poucas mãos, mas muita disposição e desejo de manter a categoria informada e engajada.


Informação com rapidez, credibilidade e checagem das fontes


As publicações do sindicato obedecem como rito o rigor jornalístico em passar as informações de forma técnica e a evitar margens para conflito de interpretações, garantidas a checagem das fontes e a divulgação de créditos das fotografias, sejam elas nossas ou de terceiros. A comunicação sindical do SINTUFF tem por premissa o compromisso com a veracidade, a precisão dos fatos narrados e em facilitar ao máximo a compreensão das informações divulgadas.


A comunicação do SINTUFF atua com rigor em seguir e respeitar ritos e resoluções dos espaços de deliberação e gestão da entidade, assim como os devidos informes dos fóruns e entidades nacionais. O SINTUFF tem procurado informar a categoria sobre os acontecimentos da greve com a maior celeridade possível, conforme a dinâmica e os horários de funcionamento do sindicato possibilitam.


A comunicação do sindicato se difere das iniciativas individuais, através do livre uso de redes sociais e aplicativos de mensagens, que - apesar de mais ligeiras - misturam visões e opiniões pessoais, sem necessariamente haver obrigações de checagem e respeito aos fóruns deliberativos da entidade sindical. As opiniões fornecidas em nossos veículos são resultado de acúmulo coletivo da categoria em seus espaços de deliberação.


Fique atento, acompanhe o site do SINTUFF e a nossas redes sociais:


SINTUFF nas redes

👥 FACEBOOK | facebook.com/sintuff

📸 INSTAGRAM | instagram.com/sintuff

▶️ YOUTUBE | youtube.com/sintuff

✖️ X (ANTIGO TWITTER) | x.com/sintuff





Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page