• SINTUFF

Assembleia aprova resoluções contra normas do trabalho remoto e flexibilização do isolamento


O SINTUFF se reuniu em Assembleia Geral Virtual (21) para debater as normas de trabalho remoto impostas pela reitoria da UFF, através da Instrução de Serviço nº 8, assim como a política de flexibilização do isolamento social liderada pelo prefeito Rodrigo Neves com a colaboração direta do reitor Antonio Claudio da Nóbrega. O prefeito cede ao negacionismo e à chantagem de comerciantes e da minoria bolsonarista que promovem carreatas contra o isolamento social, sem apresentar a pública que dados sustentam essa flexibilização em meio a um violento crescimento do número de casos e mortes no Estado do Rio e no país. Já o reitor segue bovinamente na UFF as instruções de um governo de lunáticos, completamente desmoralizado no cenário internacional, e chancela a desmiolada flexibilização do prefeito, dando ares de cientificidade a medidas absurdas e anticientíficas.

Diante de cenário, a Assembleia – que reuniu mais de 80 servidores remotamente – aprovou entre as suas resoluções que o SINTUFF se incorpore à campanha "Pela vida, democracia e renda. Fora Bolsonaro e Mourão", lançada essa semana por dez centrais sindicais. No que tange à UFF, a Assembleia aprovou resoluções pela garantia de que não haja nenhuma punição para os servidores que tiverem dificuldade ou impossibilidade de executar o serviço de casa, pela revogação das atuais normas do trabalho remoto, por uma reunião da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) com o SINTUFF para explicar as razões do formulário enviado pela UFF aos servidores. A partir do que foi votado na Assembleia, o SINTUFF recomenda a categoria que não preencha o plano de trabalho remoto tendo em vista que os técnico-administrativos já possuem um plano de trabalho como ferramenta de gestão na sua carreira que consta no Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE), Lei 11.091. Todas essas posições foram aprovadas consensualmente

Os trabalhadores presentes votaram, também por consenso, posição contrária à flexibilização do isolamento social em Niterói, capitaneada pelo prefeito Rodrigo Neves e pela equipe científica coordenada pelo reitor Antonio Claudio.

Sobre o tema do ensino à distância foi aprovada pela maioria dos presentes resolução que diz não a essa prática na UFF durante a pandemia. Também por maioria foi aprovado que a posição do SINTUFF é pela não participação de nenhuma comissão institucional que possa respaldar ensino à distância e flexibilização na UFF, em referência à comissão aprovada no Conselho de Ensino e Pesquisa (CEPEx) na última quara-feira (20).

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube