• SINTUFF

Seminário aponta contradições da Reforma da Previdência


O SINTUFF realizou na quinta-feira (1/2) o Seminário “Reforma da Previdência, os motivos para barrar esse ataque”, no Auditório da Faculdade de Economia da UFF. A mesa de debatedores teve as ilustres presenças de José Miguel Bendrão Saldanha (Escola Politécnica da UFRJ, Graduado e Mestre em Engenharia de Produção e Membro dos Grupos de Trabalho de Seguridade Social do ANDES-SN e da ADUFRJ-SSind); Paulo Lindesay (Coordenador do Núcleo da Auditoria Cidadã da Dívida - RJ e Diretor do ASSIBGE-SN); e Pedro Rosa (Coordenador do SINTUFF).

A mesa debateu as mudanças da Reforma da Previdência, seus impactos sobre o funcionalismo e o combate à propaganda do governo. O professor José Miguel argumentou que a redução de concursos públicos e do teto de contribuição favoreceu os fundos de pensão e reduziu a capacidade de arrecadação previdenciária destinada aos servidores públicos. Para ilustrar a sanha dos governos em mexer na previdência social, José Miguel afirmou “A Reforma da Previdência é infinita, eles não vão ficar satisfeitos nunca”.

Paulo Lindesay correlacionou a desvinculação dos recursos da previdência social aos mecanismos de pagamento da dívida pública, que hoje já consome mais da metade do orçamento da União. Ele apontou a incoerência da propaganda do governo que afirma existir um déficit da previdência social. “Como você pode desvincular 30% dos recursos da previdência se você diz que ela está com saldo negativo”, afirmou Paulo.

Pedro Rosa fez uma retrospectiva da luta contra a Reforma da Previdência e demais medidas de ataque do governo Temer ao longo do ano passado, fazendo um balanço da atuação das principais centrais sindicais, que atuaram pelo desmonte de duas greves gerais e facilitaram a vida do governo Temer no contexto do “grande acordo nacional”. Ao falar da retomada da luta em 2018, frente a tentativa do governo de aprovar a reforma em fevereiro, Pedro comentou a importância de utilizar o espaço do carnaval, que reúne milhões de pessoas, para denunciar a Reforma da Previdência. “Façamos desse carnaval um espaço de luta contra o governo Temer e a Reforma da Previdência”, afirmou. O SINTUFF organizará uma coluna contra a Reforma durante a passagem do Cordão da Bola Preta, maior bloco de carnaval do Rio de Janeiro.

O Seminário foi encerrado com um animado ensaio do samba contra a Reforma da Previdência que o SINTUFF produziu para o carnaval 2018.

#ReformadaPrevidência #BarraraReforma #Seminário

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube