• SINTUFF

Repudiado, Temer se salva com apoio de uma base corrupta e fisiológica na Câmara


O vexatório resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE se repetiu na votação da denúncia contra Michel Temer por corrupção na Câmara dos Deputados. Ao todo, 263 deputados (e mais 20 fujões e dois que se abstiveram) pouco se importaram com as flagrantes denúncias que o Brasil inteiro escutou em gravação na qual Temer dá o seu aval para o pagamento de propina a Eduardo Cunha, em reunião às escondidas com Joesley Batista, dono da JBS. Uma quadrilha de deputados bandidos, corruptos e fisiológicos votou SIM ao arquivamento do processo. Para se safar da denúncia, Temer liberou bilhões em emendas para deputados, vantagens para o agronegócio, de forma amarrar a bancada ruralista, e exonerou temporariamente vários ministros que são deputados para que participassem da votação. Para permanecer no poder, Temer contou com a conivência das principais centrais sindicais, que desmontaram a Greve Geral em junho e simplesmente não convocaram nenhuma grande manifestação para o dia da votação. A CUT e a CTB seguem firme no projeto Lula 2018, fazendo corpo mole para mobilizar, abandonando o Fora Temer, de forma que o presidente ilegítimo permaneça até o final do mandato, aplique as reformas e o ajuste fiscal contra o povo, abrindo caminho para que Lula e o PT ressurjam como alternativa, sem qualquer compromisso em revogar as reformas e medidas do governo atual. A ponto do governador da Bahia, Rui Costa (PT), ter liberado secretários de Estado para votar pelo arquivamento das denúncias contra Temer. O resultado final que buscam com esse acordão é safar todos os corruptos do PMDB, PT e PSDB e restabelecer a estabilidade de um regime político corrupto e decadente. SINTUFF organiza panfletagens contra Temer Na falta de uma grande mobilização pelo Fora Temer, o SINTUFF e a CSP-Conlutas realizaram uma panfletagem no Largo da Carioca denunciando Temer e os deputados que aprovaram a famigerada Reforma Trabalhista. Muitos transeuntes paravam para conversar com os ativistas, concordar com o teor do protesto e repudiar os deputados que votaram contra os direitos trabalhistas. Pela manhã, o SINTUFF organizou uma panfletagem nas Barcas. Novas denúncias contra Temer terão prosseguimento e a crise segue aberta. A população está indignada e existe disposição popular para protestar. Mas esta não será canalizada para as ruas se não houver iniciativas dos sindicatos, partidos de esquerda e movimentos sociais em chamar grandes protestos.

#Temer #ForaTemer #centraissindicais #denúncia #corrupção

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube