Em reunião, reitor age como carrasco dos servidores e com diálogo zero

Após mobilização pela manhã de 30/7, o reitor recebeu representantes do sindicato na mesma data, às 18 horas. A exemplo do que ocorreu na reunião sobre a crise da UFF com SINTUFF, ADUFF e DCE, o reitor bloqueou a filmagem da Audiência, numa demonstração que não preza pela transparência de suas ações e falas. Ao fotógrafo do sindicato somente foi permitido registrar o começo da reunião e a seguir se retirar. A reunião só existiu pela revolta e pressão dos servidores ativos e aposentados na parte da manhã. Assim, se confirma mais um estelionato eleitoral. A “mesa de negociação permanente” e o diálogo não existem, há apenas intransigência e irredutibilidade da parte do reitor. Reitor afirma que

"Com Future-se, universidade será um espaço para uma pequena elite"

Entrevistamos a professora da Escola de Serviço Social da UFF, Eblin Farage, que atualmente é secretária-geral do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN). O tema da nossa entrevista foi o programa Future-se lançado pelo governo federal. Eblin passou a visão do movimento docente das universidades sobre as consequência da implantação do projeto de privatização das universidades federais defendido pelo governo Bolsonaro. Quais são as bases principais do projeto Future-se? Eblin Farage - A base do projeto é uma profunda reestruturação da Universidade Pública Brasileira, que passa por uma nova forma de gestão institucional via OSs [Organizações Sociais], por

Sob pressão, reitor marca reunião para debater reposicionamento e carga horária

Ativos e aposentados promoveram um ato nesta terça-feira (30/7) na reitoria exigindo negociação com o reitor sobre ameaça de corte do reposicionamento dos aposentados, 30 horas e ponto eletrônico. Os servidores tentaram entrar no prédio da Reitoria e foram impedidos. Diante desse ato de intransigência e arbitrariedade, a categoria pressionou o reitor Antonio Claudio que estava de passagem. Somente sob muito protesto, o reitor aceitou receber de imediato uma comissão de três representantes do sindicato e marcou para as 18 horas do mesmo dia (30/7) uma Audiência com cinco representantes do sindicato e a presença do Departamento Jurídico do SINTUFF. Enquanto os servidores batem ponto eletrônico

Reitor fala sobre crise da UFF com entidades mas se omite sobre Future-se

O reitor Antonio Claudio se reuniu com as entidades para falar sobre a crise da UFF e o Future-se. ADUFF, SINTUFF e DCE propuseram a realização de uma Assembleia de toda a comunidade universitária, a exemplo do que ocorreu na UFPB, lá convocada pela própria reitoria. As entidades cobraram posição pública do reitor contra o Future-se, apoio à Greve Nacional da Educação e paralisação no dia 13 e garantia que ninguém será punido por parar nesse dia. O SINTUFF cobrou que houvesse mesa de negociação das pautas específicas da categoria, visto que há necessidade de unidade em defesa da universidade pública. O reitor fez uma explanação apontando a extensão da crise da UFF, a exemplo do que já havia

Entidades organizam calendário de lutas contra Future-se e Reforma da Previdência

Entidades da Educação reuniram-se na sexta-feira (19/7) para debater e avaliar o projeto Future-se e seus impactos nas Universidades e Institutos Federais. Participaram do encontro FASUBRA, SINASEFE, ANDES-SN, PROIFES, FERNET, UNE e UBES. As entidades debateram acerca da gravidade da situação atual das universidades. Devido aos cortes aplicados pelo governo, algumas instituições podem não funcionar no segundo semestre. O projeto Future-se apresentado pelo Ministro de Educação promove o desmonte e mercantilização das universidades públicas federais. A FASUBRA Sindical informou que deve promover na segunda quinzena de agosto uma plenária da categoria para avaliar o movimento conjunto dos tra

Em reunião na FEC, reitoria fala sobre ponto eletrônico e reorganização da UFF

Em reunião no Auditório da Fundação Euclides da Cunha (FEC), a reitoria deu informes sobre os temas do Ponto Eletrônico, mudanças nas UORGs e o programa Future-se, do governo federal. Foi informado que 291 servidores ainda não realizaram cadastro biométrico. A reitoria repassou as listagens aos dirigentes de unidade e, mantendo a prática de assédio moral como prática de gestão, ameaçou repassar ao juiz os nomes desses servidores, em vez de buscar o diálogo e buscar entender as razões dos servidores, procurando resolver internamente. O sistema do ponto eletrônico inicialmente não tem vínculo com o sistema do governo, podendo as chefias proceder com alterações e justificativas de ausências. Co

Future-se é privatização e mercantilização das universidades

O Ministério da Educação apresentou oficialmente, na quarta-feira (17) o programa “Future-se”. A proposta amplia a participação de verbas privadas no orçamento universitário. O anúncio acontece no momento que está em curso o corte de verbas das universidades. Segundo a associação que representa os reitores das universidades federais, a Andifes, a medida atinge de 15% a 54% dos recursos que podem ser cortados das universidades federais. O programa aponta incentivar contratos de gestão compartilhada do patrimônio imobiliário da universidade e da União. As reitorias poderão efetivar PPPs, comodato ou cessão dos prédios e lotes. Poderão também criar fundos patrimoniais (endowment), com doações

Nova Coordenação e novo Conselho Fiscal tomam posse

A Assembleia Geral do SINTUFF (15/7) empossou a nova Coordenação Executiva do SINTUFF e o novo Conselho Fiscal. Os novos coordenadores assumem com o desafio de levar à frente a luta pelas 30 horas, em defesa do reposicionamento dos aposentados, contra o corte de verbas na educação e a reforma da previdência, numa conjuntura de ataques permanentes por parte do governo e da reitoria. Foram empossados 10 coordenadores da chapa 1 (3 suplentes), 6 coordenadores da chapa 2 (1 suplente) e 3 coordenadoras da chapa 3 (1 suplente). Também foram empossados 2 integrantes do Conselho Fiscal (1 suplente) da chapa 1, 1 integrante da chapa 2 (1 suplente), bem como 1 suplente da chapa 3. Após a cerimônia de

Assembleia define rumos da luta por 30 horas e em defesa do reposicionamento

Sobre 30 horas e ponto eletrônico a Assembleia Geral do SINTUFF deliberou: Considerando que: 1 - Estamos na iminência de aplicação do ponto eletrônico de forma experimental inicialmente e depois de forma efetiva. 2 - Que diversos setores de trabalho encaminharam a solicitação de flexibilização da Jornada de Trabalho. 3 - Que a secretaria do ICHF foi o primeiro e único setor a ter resposta positiva e que o demais seguem sem resposta. 4 - Que falta transparência no acesso às informações relativas aos pedidos. A Assembleia resolve: 1) Manter a posição que a legislação permite 30 horas a todos na UFF, bastando a vontade política do reitor em seguir a rigor o que está previsto na legislação, conf

Confira quem integra a nova coordenação do SINTUFF

Coordenação Geral Bernarda Gomes Cirlene Coelho Administração e Finanças Adilson Falcão Carlos Abreu Imprensa Eduardo Henrique Araújo Raoni Lucena Jurídico e Relações de Trabalho Catarina Heralda Pedro Rosa Saúde e Segurança do Trabalhador Marcia Azeredo Marcia Carvalho Políticas Sociais de Mulheres, Gênero, Raça e Etnia Alessandra Primo Izabel Firmino Aposentados e Pensionistas Heloiza Helena Sandra Guizan Educação, Formação e Cultura Lucyene Faria Maria Thereza Interior Luiz Carlos Vieira Sadi Herculano Esporte e Lazer Maria Cristina Suplentes Jeferson Vieira Leila Nunes Correa Lucia Vinhas Maria das Graças Vera Regina #SINTUFF #eleição #coordenação

Chapa 1 é a mais votada com 55% dos votos

A eleição do SINTUFF teve a participação de 1578 sindicalizados, sendo computados 1518 votos válidos para a Coordenação Executiva e 1394 votos para o Conselho Fiscal. A Chapa 1|Ocupar as ruas foi a mais votada para a Coordenação Executiva e o Conselho Fiscal, obtendo maioria em ambos os espaços. Para a Coordenação Executiva, a Chapa 1 angariou 832 votos (55%), a chapa 2 obteve 458 votos (30%) e a chapa 3 conseguiu 228 votos (15%). O resultado expressou ampla maioria para as chapas que reivindicam a CSP-Conlutas, central sindical a qual o SINTUFF é filiado, somando 70% dos votos. A nova Coordenação Executiva será composta de forma proporcional pelas três chapas. A Chapa 1|Ocupar as ruas eleg

Assembleia aprova paralisação contra ponto eletrônico e protelar o cadastro biométrico

Em Assembleia Geral (28/6) realizada em caráter de emergência, a categoria deliberou por requerer junto à reitoria adiamento do prazo para o cadastro biométrico. Verbalmente, o chefe do Gabinete do Reitor afirmou que o prazo está estendido até o dia 10 de julho (Niterói) e 15 de julho (Interior), sem prejuízo de punição aos servidores que fizerem o cadastro até essa data. A decisão da Assembleia é convocar toda a categoria a realizar o cadastro biométrico apenas no último dia do prazo, unitariamente, em protesto contra a postura antidemocrática, vertical e assediadora da reitoria na implantação do ponto eletrônico. A Assembleia aprovou um plano de luta com paralisação da categoria no dia 12/

Endereço:
Rua Coronel Tamarino, nº 37 - Gragoatá

Niterói - RJ

CEP: 24210-380

contato@sintuff.org.br

Telefones: (21) 2717-9292 / 3604-1800

© 2013

by Marcello Bertolo

  • Blogger Square
  • b-facebook
  • Google Round
  • Twitter Round
  • b-youtube